Toronto Islands: diversão em meio à natureza

Na última sexta-feira fui pela terceira vez à Centre Island, um dos lugares que mais gosto de visitar durante o verão. O dia estava super quente, afinal, o verão oficialmente já começou (ebaaaa!).
Saímos de Toronto por volta da 1pm e como o sol se põe depois das 9pm a partir de agora, não é preciso se preocupar em ir muito cedo, já que dá para aproveitar bastante mesmo indo no começo da tarde.
Para se chegar às Ilhas de Toronto, ou Toronto Islands, é preciso pegar o ferry que sai da Harbourfront, pertinho da Union Station. O valor da ida e volta é $7,00 e, se não me engano, eles saem de meia em meia hora. Os horários podem ser encontrados aqui.
O trajeto dura uma média de 10 minutos e a vista é incrível. Tente sentar na parte mais alta do ferry e aproveite para fotografar a cidade. As filas para a travessia geralmente são enormes, pois além de turistas, os moradores também fazem o trajeto todos os dias.

20130624-223330.jpg Ferry durante a travessia

As ilhas ocupam uma área de 230 hectares, sendo a principal a Centre Island, considerada uma das melhores praias de Toronto.
Apesar de ser enorme, você pode explorar o local a pé ou de bicicleta. Carros não são permitidos e lá você pode encontrar bicicletas individuais ou de dois assentos para alugar.

20130624-223836.jpg

20130624-230111.jpg
Praia
Uma boa ideia é juntar um grupo de amigos e organizar um piquenique ou churrasco. Mais uma dica: caso queira ir num dia mais tranquilo, vá durante a semana, pois nos finais de semana estará sempre cheio!
Além da praia, a Centre Island oferece diversas opções de diversão. Alugue um caiaque ou canoa com os amigos (a canoa para três pessoas custa $26 a hora) e explore a natureza do local pelo lago.

20130624-224223.jpg Passeio de Canoa

20130624-224412.jpg
Vista da cidade

Se você não levar comidas ou bebidas, não se preocupe, lá você encontra bares e restaurantes.
Não deixe de visitar a Far Enough Farm, uma fazendinha com diversos animais e o Centreville Park, um parque de diversões infantil com diversas atracões como roda-gigante, trenzinho e passeio de pônei.
Um pouco mais afastado da Centre Island fica o Hanlan’s Point, com uma praia de nudismo. Mas não se assuste, o uso de roupas é opcional e você pode matar a sua curiosidade e visitar o local mesmo se estiver completamente vestido. Lá você vai encontrar o Gibraltar Point Lighthouse, o farol mais antigo de Toronto.

20130624-225139.jpg Praia

Para aproveitar todas as atracões que o local oferece, pegue um dos mapas distribuidos logo na chegada e explore ao máximo cada cantinho. Você pode ficar na ilha até por volta das 11pm, quando o último ferry retorna à cidade.

Mais fotos do meu passeio:

20130624-230010.jpg

20130624-230040.jpg

20130624-235305.jpg

🙂

Anúncios

Melhores bares e restaurantes para ir durante a Primavera e Verão em Toronto

Em um dos meus últimos posts falei sobre como a cidade fica linda durante a Primavera. É nessa época que os moradores e turistas procuram pelos bares e restaurantes que oferecem pátios ao ar livre.
É incrível como a gente consegue perceber a mudança (para melhor, é claro) no humor das pessoas quando a temperatura sobe. As ruas ficam movimentadas e os parques durante os finais de semana estão sempre cheios. Mas o que mais chama atenção é o movimento nos bares e restaurantes da cidade. Todo mundo quer achar um lugar legal para aproveitar o clima quente com os amigos. Do horário em que começam a servir o breakfast ao horário em que fecham (por volta das 2) os estabelecimentos com pátio estão sempre bombando!
Por isso, na hora de combinar algum programa, não deixe de pesquisar se o local tem mesas ao ar livre.

Aqui vai uma lista dos meus locais preferidos:

Bier Markt
20130604-021433.jpg

Sabe aquele lugar perfeito para um happy hour que pode se estender até o final da noite? Esse é o local ideal. Com quatro localidades diferentes, o Bier Markt oferece uma grande variedade de cervejas nacionais e importadas para nenhum cervejeiro botar defeito. Já visitei as filiais da Esplanade e da King Street e adoro os dois. Os pátios são de tamanho razoável e o público geralmente está na faixa dos 25 aos 45. O cardápio é super elaborado (a poutine é uma delícia!!!), os preços estão na média dos estabelecimentos de mesmo nível e a casa ainda oferece DJ e música ao vivo nos finais de semana com bandas que tocam pop-rock. O clima de paquera rola solto. O melhor: não cobra couvert.

Future Bakery & Coffee

20130605-213913.jpg
Um lugar super descolado e bem simples, localizado na Spadina and Bloor, reduto dos hipsters da cidade. Aqui você pode vir a qualquer hora do dia. Eles abrem às 7:30 e só fecham às 2h. O cardápio, apesar de não oferecer muitas variedades, tem um preço super bacana e os pratos são bem servidos (o que geralmente já acontece por aqui).
Caso vá para o breakfast sugiro o homelete de queijo e presunto, acompanhado de torradas e salada de frutas. Se a intenção for almoçar, gosto bastante do chicken schnitzel acompanhado de salada verde e purê de batatas. Já no jantar, o sanduiche de chicken parmeson é suficiente para duas pessoas! Ou para os mais lights, eles oferecem saladas e sopas.
O legal é que você também vai encontrar uma variedade incrível de tortas e cookies no café que fica dentro do restaurante. Ponto fraco: pagamento somente com dinheiro ou cartão de crédito.

Trattoria Nervosa

20130605-215523.jpg

Um lugar aconchegante na área preferida pelos que adoram fazer compras: Yorkville. O bairro reúne lojas de grandes marcas, como Louis Vuitton, Gucci, Prada, Cartier e muitas outras. E como não poderia ser diferente, bons restaurantes e bares fazem parte das atrações do local favorito daqueles que não abrem mão de um programa sofisticado de vez em quando.
A Trattoria Nervosa é uma ótima pedida para os amantes da culinária italiana. Apesar de não ser tão grande, o local tem uma decoração super charmosa e um cardápio de dar água na boca. As pizzas são individuais, porém, enormes! Não tenho uma preferida, pois todas que provei até agora estavam deliciosas.
Se você não é fã de cerveja e gosta de drinks mais refrecantes, não deixe de provar a Sangria. O preço é um pouco salgado, mas o vinho usado no preparo, misturado com morango, blueberry e outras frutas dá um sabor maravilhoso!

20130605-221818.jpg
Um jantar romântico ou uma ocasião especial cabem certinho aqui. Como o restaurante fica em uma área badalada, muitas vezes há fila de espera. Mas os 10, 15 minutinhos aguardando por uma mesa vão valer a pena!

Scallywags

Quem chega a Toronto não demora muito para perceber que, se no Brasil amamos o futebol, aqui o clima na cidade muda em dias de jogos de Hockey ou Baseball. O canadense vibra pelos esportes mais famosos do país e os bares que transmitem os jogos ficam lotados. Portanto, durante a sua passagem pela cidade, não deixe de entrar no clima e procure um local bacana para acompanhar os campeonatos. Mesmo que você, assim como eu, fique sem entender coisa alguma do que está acontecendo na telinha da Tv! O que vale é a diversão.
Um dos bares mais procurados pelos torcedores é o Scallywags. O local tem 3 andares e funciona das 11am às 2am.
É um clássico pub canadense que oferece uma grande variedade de cervejas on tap servidas no copo ou na jarra, bem ao estilo daqui.
Junte o seu grupo de amigos, vista uma camiseta azul, e se prepare para torcer para o Toronto Maple Leafs (hockey) ou para o Blue Jays (baseball).

Bom, existem muitos outros locais legais em Toronto, mas o post ficaria imenso e cansativo. Então, depois irei escrever novamente com mais dicas do que visitar por aqui durante a primavera e o verão.

🙂

Aquilo que só aprendemos quando não temos medo do desconhecido

20130601-144702.jpg

Existem algumas (ou muitas) coisas na vida que nenhuma escola, universidade ou até mesmo a sua família e amigos podem ensinar. São aquelas coisinhas que muitas vezes nós nem percebemos que aprendemos, mas que algumas situações trazem à tona e nos fazem cair na real que de alguma forma evoluimos.
Eu demorei muito tempo para me conhecer melhor. E acho que o momento “eu me conheço 100%” nunca chega para nenhum de nós, levando em conta que o ambiente, as pessoas, tudo que nos cerca contribui para esse aprendizado. E tem aquele velho ditado: a vida nos surpreende a cada dia.
Podemos escolher entre acordarmos prontos para um novo dia, um novo começo ou tirar os pés da cama com os passos já contados. Na maioria das vezes nos sentimos amedontrados em tentar um novo caminho.
Tentar o novo é difícil, cansativo e exige paciência. Mas a mudança dentro de você pode ser vista a olho nú. E isso não tem preço.
Ninguém disse que seria fácil – e nunca é. A escolha entre reclamar das dificuldades ou tentar mudar o que não agrada cabe a nós. Mas também cabe a nós termos consciência de que as dificuldades são aquelas que mais nos ensinam.
Tenho convivido com pessoas completamente diferentes de mim. Não apenas culturalmente, mas diferentes na forma de pensar, na forma de enxergar a vida. Com algumas tenho aprendido muito e quer saber? Com as outras também.
Porque ainda que aquele alguém que é completamente diferente de você te leve a pensar: Essa pessoa não tem nada a me acrescentar. Pode acreditar, ela tem sim.
São as criaturas com as quais não me identifico nem um pouco as que mais me intrigam. E essas me ensinaram a respeitar as diferenças. A aceitar que não existe certo e nem errado. Existem escolhas, caminhos e mais caminhos.
Cabe a mim guardar o que aquela pessoa tem a me oferecer como aprendizado e fazer o possível para que um pouco do que sou seja passado para ela.
Talvez, apesar das diferenças, esse alguém também tenha acordado com o mesmo objetivo que o seu: um novo dia sem passos contados. E se os seus caminhos se cruzaram é porque de alguma forma esse alguém tem algo a te oferecer.

E que o amanhã nos traga novas surpresas!