Tudo é uma questão de perspectiva

Lembram que contei que ando super, hiper, mega ocupada nos últimos dias? Pois é. Continuo sem tempo para respirar. Juntou o último mês de aulas com a Tpm que veio com tudo + meu chefe que eu amo será transferido + funcionários demitidos + treinando gente nova + namorado estudando para uma prova super importante + eu que não consigo aprender contabilidade e vou me ferrar na prova final + o zíper da minha bota que acabou de quebrar e eu tô indo pra escola com ela completamente aberta, pois não tenho tempo de voltar para casa. Tô no metrô, sentadinha, escrevendo esse texto enquanto a mulher ao meu lado olha para o meu pé como quem pensa “Vou avisá-la que a bota quebrou, talvez ela nem saiba”. Eu sei, minha senhora. Aconteceu cinco minutinhos atrás. Contudo, decidi continuar o meu caminho com a bota assim mesmo, caindo pros lados. E olha só, antes dela quebrar, passei por essa bicicleta antiga, a espuma do assento aparecia, a pintura está toda desgastada, o pneu careca…Mas, tem o colorido das flores! E, mesmo que falsas, cumprem direitinho o papel de deixar a bike toda charmosa. 

Vamos respirar fundo, dar uma de Pollyanna e ver o lado positivo das coisas? A TPM chegou? Ótimo, vou poder comer chocolate sem me sentir culpada. Finjo que é remédio. O chefe vai ser transferido? Que bom pra ele e pro nosso time, já que com a nova chefia chegam também os novos desafios, novos aprendizados; gente saindo, gente nova chegando, treinamentos mil? Ótimo poder ajudar quem quer trabalhar a ganhar um emprego. O namorado tá estudando que nem um louco para a prova e anda super preocupado? Ótimo, estudamos juntos, não temos tempo para nada juntos, nos preocupamos juntos e somos mega parceiros e nerds. Eu não aprendo contabilidade? Tirei 10 em matemática. Se eu consegui aprender aquilo tudo, que parecia impossível no começo, significa que um dia (sabe-se lá quando) vou entender contabilidade também. O zíper da minha bota preferida quebrou? Sorte a minha, o inverno já passou!

Se tem algo que me deixa irritada é ver pessoas reclamando o tempo todo, de tudo, sem fundamento algum. Respira fundo ai galera, conta até duzentos, até mil se for preciso. Mas pelo amor de Deus, Jeová, Buda, Alá, Hare Krishna, por amor a você mesmo, desencana. Não se estresse com bobagem. Evite o baixo-astral. Cerque-se de pessoas que levantam a sua auto-estima, gente que te admira, que torce por você. Fica muito mais fácil encarar os problemas dessa forma, quando a gente se livra de todo mundo que traz “pepino”, problema pra nossa vida. Não vale a pena. 

Vamos que vamos… Vou me arrastando mas chego lá! 

Beijocas

Anúncios

5 comentários sobre “Tudo é uma questão de perspectiva

  1. Andrea magalhaes

    Arrita, estou amando estar te acompanhando no seu blog.Amo seu jeito de escrever, pois me faz transportar para aquela situação com tamanha precisão, que me vejo no banco ao seu lado no metrô somente observando você na sua correria usual.Diante de tantos atropelos e fadiga do seu dia, um olhar fresco e tenro para uma bicicleta solitária e enfeitada conseguiu trazer uma certa paz em seu caminho.
    Obrigada por dividir sua arte conosco.
    Andrea.

  2. Mari

    Aritta! Estou adorando acompanhar seu blog! Suas mensagens me inspiram. Também moro fora do Brasil e tenho meus “momentos” as vezes!
    Esse post sobre perspectiva se encaixou direitinho com algumas coisas que estou passando. Tentando encontrar o “bright side of everything”, e sim, ele existe!

    Obrigada por compartilhar!
    Mari

  3. Oi, Aritta! Sou cearense e moro na Irlanda. Conheci teu blog há dois dias atrás e fiquei apaixonada por ele, já li quase todos os textos e até te citei num dos textos do meu novo blog http://diariodemuitaspaixoes.blogspot.ie/2015/06/compromisso-consigo-mesmo-admiracao-x.html . Todos os parabéns do mundo pela sua coragem, força, determinação em vencer. Que Deus abençoe seus passos e tudo o que você fizer! Um beijo grande, de sua nova admiradora :*

    1. Oii Amanda!
      Enviei o comentário lá no seu post mas não tenho certeza se foi… 😦
      Então vou responder aqui também!
      Muito obrigada!! Amei o seu texto e fiquei super feliz em ser citada como uma das suas inspirações… 🙂
      Tenho nem como agradecer!
      Eu sou muito sortuda em poder me aproximar de gente como vc através dos meus textos. Obrigada mais uma vez!!!
      Beijo grande

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s