Eu gosto do cheiro da manhã 


As maiores lições que eu tive nessa vida não me custaram um real. Algumas custaram umas dores aqui e ali. Nada que o tempo não tratasse de curá-las e eu pudesse, enfim, enxergar o quanto havia aprendido com os meus erros – e com os erros dos outros.

Outras lições eu aprendi com pessoas que nem imaginavam o quanto podiam me ensinar. Uma delas foi a tia Edméa, que não é minha tia de verdade mas por quem eu tenho um carinho enorme apesar de tê-la visto poucas vezes na vida.

Durante a infância eu costumava passar as férias em São Paulo com a minha família por parte de mãe. E foi numa dessas visitas à Terra da Garoa que eu conheci a Tia Méa.

Aos dez anos eu era – óbvio- uma pirralha, mas já tinha uma curiosidade e um atrevimento sem tamanho. Lembro da primeira vez que a vi. Impecável, elegante, perfumada e super educada. Eu havia ido a Sampa para participar do casamento da minha prima Samanta com o Léo (que é sobrinho da tia Edméa). E numa dessas noites em que todos estavam à mil com os preparativos para a festa, passava um pouco das duas da manhã quando eu perguntei à tia Méa se ela não estava cansada. “Eu durmo pouco, minha querida. Eu gosto de aproveitar a vida acordada “, ela me respondeu.

Esse é um dos poucos diálogos que guardo intacto na minha memória. Eu achei incrível como aquela senhora alegrava o ambiente com a sua energia e parecia nunca estar cansada. Fiquei com a ideia fixa de que eu queria ser igual a ela: gostar tanto de viver que não gastaria o meu tempo dormindo.

Amo acordar cedo. Eu gosto do cheiro da manhã. Do cheiro de um dia novinho, ainda com etiqueta, aguardando para ser usado. Eu gosto de todas as possibilidades que o amanhã nos oferece. Gosto de ver as ruas vazias aos poucos se encherem de gente e tenho a sensação de que acordando cedo a gente tem mais tempo para consertar o que der errado.

Eu tenho tanta disposição e vontade de fazer mil coisas durante o dia que quando chega a hora de ir dormir eu me comporto como uma criança em véspera de uma viagem de férias. Mas eu não estou indo a lugar algum. Eu só quero ver o dia nascer. E isso me enche de ansiedade.

Sei que dormir pouco não faz bem. Mas como a gente faz quando tem tanto amor pela vida que não quer desperdiçar nenhum momento por estar com os olhos fechados?

Eu espero nunca perder a ansiedade de aguardar por um novo dia, a vontade de sentir o cheiro da manhã e a curiosidade de saber o futuro me reserva. Eu também gosto de aproveitar a vida, tia Méa. E acredito que acordada eu faça isso melhor.

Bom dia!!!

Anúncios

Um comentário sobre “Eu gosto do cheiro da manhã 

  1. Rodrigo B.

    Nada como acordar cedo e sentir o cheiro fresco da manhã, escutar os pássaros acordando nas árvores da Vila… A simples alegria de estar vivo para mais um diaa…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s